Psicóloga punida após ajudar menor violentada a não abortar

Colégio de Psicólogos de Santa Fe, na Argentina, decidiu suspender, devido a “faltas éticas”, a matrícula de uma das suas profissionais que assistiu uma menor grávida depois ter sido violentada e decidiu dar à luz o seu filho e entregá-lo à adoção.

ACESSE LINK DA POSTAGEM: Sancionam psicóloga que apoiou menor violada para que não abortasse